terça-feira, setembro 8

e por falar em Lobo Antunes, Claudia

quando o coração se fecha faz muito mais barulho que uma porta

António Lobo Antunes

imagem: Mattias Gustafsson

13 Comments:

Leonardo B. said...

Cara Amiga

(agora é a minha vez...)
onde está a prova que o senhor em questão, pensou ou escreveu, esta singela frase...é que isto é muito à frente! - É que "isto" cheira-me mais a Saint-Exupéry, e nesse não se toca!...deixe-nos a "prova do crime" bem à vista, s.f.f.!

(eu deixava um daqueles smileys, mas isso é muita bagagem para mim... alta tecnologia que não sei manusear!)

Um imenso abraço, de bem com a vida...

Leonardo B.

mfc said...

Com estas palavras contruíu-se uma imagem poderosíssima.

Marta said...

Caro Leonardo

no Livro de Crónicas, sff :)

mas sim, frases assim, parecem aqueles títulos feitos para vender jornais.

para mim, claro, não o é. porque lhe conheço o contexto.
mas fez-me sorrir, agora.

abraço

Marta said...

Só mais uma coisa, Leonardo

quando digo frases assim, digo assim, soltas.

porque a minha devoção aos livros de António Lobo Antunes é dogmática :)

e depois a culpa é da porta. via-a e lembrei-me da frase.

Teresa said...

António Lobo Antunes é um dos nossos maiores escritores da actualidade, que escreve ao ritmo do coração. Eu acho uma frase muito dele. E que não nos deixa a pensar, mas sim a sentir.
Bjs

Leonardo B. said...

Obrigado, Cara Amiga

fico mais descansado... é que já dei cento e tal oportunidades ao dito nobelisbale e estou disposto a mais umas quantas... enfim, sei que é "burrice", mas ao contrário do escritor em questão, eu nutro um grande respeito pelo seu (dele) trabalho (coisa que o dito parece ter uma má relação, como se a "terra fosse pertença dum só escritor: Ele!)... e ainda que não consiga apreciar nada desde "a explicação dos pássaros"...
Admito que seja problema das minhas dioptrias, mas desde a última entrevista do ilustre (DN), que as minhas dúvidas sobre a "autenticidade" do seu trabalho, aumentaram desmesuradamente...

mas, das coisas, só têm mesmo a importância que lhes damos... ainda assim se o nobel lhe cair nas mãos, (fica aqui registado) serei o primeiro a regozijar-me!
(espero não me arrepender!...)

Um imenso abraço
deste lado do quintal

Leonardo B.

(se desejar saber melhor das minhas razões, tenha a bondade em:

http://impressoesdigitais2.blogspot.com/2009/03/that-joke-isnt-funny-anymore.html

Anónimo said...

Parece que a imagem e a frase nasceram juntas.
Às vezes consegues isso.

Cristina M.

João Menéres said...

Concordo e admiro-te, MARTA: a culpa tem que ser da porta (imagem excelente) e da tua memória, que invejo como qualquer bom cristão que se preze verdadeiramente.

Um beijo, como sempre.

Claudia Sousa Dias said...

se faz, amiga, se faz...


csd

Marta said...

A imagem, João, roubei-a ao blog paços dágua :) foi lá que... a encontrei.

beijo

Luz said...

Um frase poderosa e plena de verdade. Gostei muito Marta, assim como aprecio o seu espaço.

Obrigada pelo sentir que aqui partilha.

ETL

Marta said...

Eu é que agradeço, Luz :)

sonja.valentina said...

bolas, se faz!!!