quinta-feira, setembro 24

Cinco


Cinco,

Cinco crianças que têm o mesmo de uma,

Uma que tem mais de cinco.

Cinco mil em entretenimento,

Outras sem cinco por dia.

Cinco dias de escola a cinco mil por ano,

Cinco vezes sem futuro,

Cinco,

Sinto,

Sim é isso que sinto.

Cinco estrelas no céu que não vêem,

Cinco momentos dispersos,

Cinco olhares de sorriso solto,

Cinco minutos sem conversa,

Cinco palavras que ouço,

Sem sentir o que me dizem.

Cinco anos passados,

Somente Cinco.

Cinco pedaços sem ti,

Sem mim, sem nada.


Jorge Gracia Pereira

5 Comments:

Anónimo said...

Tão bonito... :)
Beijo,
Xana

heretico said...

pois bem, "venham mais cinco!"...

beijos

El Viejo @gustín said...

5
(Un número especial
Mira lo q son las cosas; ahora en Portugal, estoy cumpliendo años.

1 beso

Anónimo said...

Viva o Garcia Pereira e o MRPP!

Lina Faria said...

Belo e delicado poema.