quinta-feira, março 5

Ficava a ouvi-la ...a vida inteira



Apátrida, sem dia e sem data. Como o amor.

___________________________MTW

2 Comments:

Claudia Sousa Dias said...

cigano e andarilho...


csd

Anónimo said...

Contudo, um teu olhar
é muito mais fogoso,
que a febre epistolar
do teu bilhete ansioso.

Do teu rostinho oval
os olhos tão nefandos
traduzem menos mal
os vícios execandros.

Teus olhos sensuais
Libidinosa Marta,
teus olhos dizem mais
que a tua própria carta.

As grandes comoções
Tu, neles, sempre espelhas;
são lúbricas paixões
as vívidas centelhas...

Teus olhos imorais,
mulher, que me dissecas,
teus olhos dizem mais,
que muitas bibliotecas!...