segunda-feira, agosto 10

«Então adeus, Raul»

Em poucas linhas, está tudo dito na ante penúltima página do Público de hoje. É o Miguel Esteves Cardoso que assina.
imagem: Google

3 Comments:

Teresa said...

Não sei o que ele disse, mas sei que todos os portugueses se sentem um pouco orfãos. Não há muitos humoristas que consigam manter-se uns verdadeiros senhores até ao fim da vida, ensinando-nos a todos o valor do riso e da felicidade. O Raul Solnado conseguiu tudo isso.
Bjs

Maggie said...

Assim, simplesmente adeus a um grande senhor, maior do que a vida, por isso imortalizado na memória colectiva de todos nós.

Bjs

sonja valentina said...

até sempre...