sexta-feira, agosto 21

Cinema ao ar livre

Uma noite de calor em Beja. O marulhar da folhagem, como se o mar tivesse alagado o Largo do Museu. Por entre os rostos, por entre as mãos, por entre os arcos, uma brisa suave. Mas ninguém pestanejava na plateia. Uma noite de cinema ao ar livre. Como há muito tempo não via. Uma noite de calor. Um calor apertado que empurrava as estrelas contra o céu. O filme, seguramente para pais e filhos, não sei. Não lhe soube o nome. Mas sentei-me. A entrada era livre. E eu cheguei por acaso. O calor apertado empurrava as estrelas contra o céu. E em vez de gritarem, brilhavam. Intensamente.

1 Comment:

Claudia Sousa Dias said...

e qual era o filme?


csd