segunda-feira, novembro 8

A estrada

Eu gosto de conduzir. E de viajar sozinha. Meia dúzia de discos eu e a estrada. Às vezes com destino certo, outras não. E gosto quando a mãe me diz: "vai devagar para chegares depressa" e quando chegares, telefona. E não te distraias pelo caminho, que és muito distraída. Diz-me sempre isto. Há coisas que eu gosto que me digam sempre. Como se nunca mo tivessem dito.
imagem: Reinfried Marass

9 Comments:

Carlos Azevedo said...

Já somos dois.

Dora said...

Eu. Sozinha. O meu carro. noite. "OK Computer".

Claudia Sousa Dias said...

:-)

a tua Mãe leu de s~certeza a história da Lebre e da Tartaruga...

Carla Farinazzi said...

Marta,

Incrível como colocou bem as coisas. Eu também gosto que me repitam as coisas. Se um dia eu for viajar e minha mãe não disser "telefona quando chegar", acho que até desisto da viagem...

Beijos

Carla

fallorca said...

Com que então também foi dar às rodas, muito bem :)

João Menéres said...

Como é bom ouvir algumas coisas mil vezes !...

Um beijo.

Anónimo said...

És demais, Marta!!!!!!!!!!!
Bj

Zaclis Veiga said...

:)
distraída!?
imagina!

Marta said...

Zaclis :) :) :) :)
querida!