sexta-feira, novembro 19

Longe de ti

Longe de ti são ermos os caminhos,
Longe de ti não há luar nem rosas;
Longe de ti há noites silenciosas,
Há dias sem calor, beirais sem ninhos!
Florbela Espanca
imagem: Vilhelm Hammershøi

1 Comment:

Anónimo said...

Isto é muito triste, tal como a imagem.
bjo
P.