sexta-feira, novembro 12

Vice - Versa


Tenho medo de ver-te
necessidade de ver-te
esperança de ver-te
insipidezes de ver-te
tenho ganas de encontrar-te
preocupação de encontrar-te
certeza de encontrar-te
pobres dúvidas de encontrar-te
tenho urgência de ouvir-te
alegria de ouvir-te
boa sorte de ouvir-te
e temores de ouvir-te
ou seja
resumindo
estou danado
e radiante
talvez mais o primeiro
que o segundo
e também
vice-versa

Mario Benedetti

[Tradução de Maria Teresa Almeida Pina]

2 Comments:

João Menéres said...

Tanto de real...

Anónimo said...

Muito apaixonado este poema!
E não conhecia o autor.
Obrigada,
Beijo
Cris