quarta-feira, setembro 22

Quero apenas cinco coisas

Quero apenas cinco coisas…
Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o Outono
A terceira é o grave Inverno
Em quarto lugar o Verão
A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser... sem que me olhes.
Abro mão da Primavera para que continues me olhando.

Pablo Neruda

7 Comments:

João Menéres said...

Ai NERUDA, NERUDA!
Sempre o NERUDA, o GRANDE NERUDA!

Beijos, MARTA!

cirandeira said...

Lindo!, Marta.
Mas são cinco coisas tão difícieis
de alcançar, principalmente a
primeira!

Leonardo B. said...

[gente comum, apenas consegue ver uma... duma só vez,poeta maior consegue descortinar cinco estrelas cadentes, cinco pedidos que ficarão pendentes]

um imenso abraço, M.

Leonardo B.

Zaclis Veiga said...

será que posso querer também?
:)

Sonhos & melodias said...

Ai Marta,
Que inveja branca desses poetas que têm a alma tão sensível assim que conseguem nos ofertar coisas tão lindas como essa. Amei!
Bjs

Carla Farinazzi said...

M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O, Marta!
Simplesmente... Neruda dispensa comentários, mas eu te agradeço por ter postado esse poema hoje.

Obrigada, por sua elevação...

Carla Farinazzi
(seu blog é lindo,sigo-o todos os dias)

Marta said...

João, beijinho :)

Cirandeira: difícil não quer dizer impossível ;)

um imenso abraço, Leonardo!

Zaclis querida, tu podes querer tudo e um pouco mais :)

é a magia da poesia, Roseli :)

Carla, obrigada mesmo, de coração. ainda bem que o poema foi para HOJE :)

abraço