segunda-feira, setembro 27

Outono


Uma lâmina de ar

Atravessando as portas. Um arco,

Uma flecha cravada no outono. E a canção

Que fala das pessoas. Do rosto e dos lábios das pessoas.

E um velho marinheiro, grave, rangendo o cachimbo como

Uma amarra. À espera do mar. Esperando o silêncio.

É outono. Uma mulher de botas atravessa-me a tristeza

Quando saio para a rua, molhado, como um pássaro.

Vêm de muito longe as minhas palavras, quem sabe se

Da minha revolta última. Ou do teu nome que repito.

Hoje há soldados, eléctricos. Uma parede

Cumprimenta o sol. Procura-se viver.

Vive-se, de resto, em todas as ruas, nos bares e nos cinemas.

Há homens e mulheres que compram o jornal e amam-se

Como se, de repente, não houvesse mais nada senão

A imperiosa ordem de (se) amarem.

Há em mim uma ternura desmedida pelas palavras.

Não há palavras que descrevam a loucura, o medo, os sentidos.

Não há um nome para a tua ausência. Há um muro

Que os meus olhos derrubam. Um estranho vinho

Que a minha boca recusa. È outono.

A pouco a pouco despem-se as palavras.

Joaquim Pessoa

7 Comments:

Anónimo said...

que texto magnífico Marta... frases luminosas... ao ler, sente-se o Outono... lindo! filipe

Anónimo said...

Tão lindo! O poema e essa imagem, completam-se.
bjo
Cris

Ana said...

Já o braseiro do Verão se extinguiu, deixando no ar, ainda, um rasto...

Que lindíssima escolha a tua!

Beijinho, Marta.

Sonhos & melodias said...

Maravilha de texto Marta! Me identifiquei por total. E que linda foto a ilustrar suas belas palavras.
Bjs

Gabrielle Melo said...

Que poema lindo!

Marta said...

é magnífico sim, filipe.

sem sombra de dúvida, Cris.

Ana, querida Ana, que bom foi vê-la aqui :)

não são as minhas palavras, de forma nenhuma. o autor do poema é JOAQUIM PESSOA.

isso e muito mais, Gabrielle.


abraços, marta

cs said...

gosto muito de Joaquim Pessoa. Lembrei-me de um dos seus poemas. que mais gosto,
"Não vou pôr flores de laranjeira no teu cabelo
Nem fazer explodir a madrugada nos teus olhos......"
Muito bom este Outono. Foto com cores bem quentes
Soube bem este post. Obrigada