domingo, setembro 26

Jazz [ ou tentar explicar outra coisa]


«Os instrumentos, as melodias e as harmonias do jazz são essencialmente retiradas da tradição musical ocidental. O ritmo, o fraseado e a produção sonora, assim como os elementos da harmonia dos blues são derivados da música africana e da concepção musical dos afro-americanos. O jazz diverge da música europeia por três elementos fundamentais que visam incrementar a intensidade sonora:

- uma relação particular com o tempo, definida pelo termo swing

- uma espontaneidade e uma vitalidade na produção musical em que a improvisação ocupa um espaço vital

-uma sonoridade e um fraseado que reflectem a personalidade do executante

Estas características fundamentais, transmitem-se oralmente de geração em geração, criando um novo clima de tensão, onde uma diversidade de elementos geradores de tensão se mantém em permanência. Os diferentes estilos e as fases da evolução que o jazz conheceu após as suas origens, fizeram-se fundamentalmente a partir de novas relações entre as três características fundamentais enumeradas. É que no jazz o importante não é o que se toca mas como se toca.
José Carlos Santos

[uma coisa é saber, outra, é sentir. eu não sei nada. mas sinto muito]

3 Comments:

heretico said...

muito bem! gostei de ler. aqui...

beijos

Anónimo said...

tanto mundo nesse "sentir" Marta... e tanto jazz nesse Jazz... filipe

K said...

E é tão bom sentir!!!

Beijo