sábado, fevereiro 21

Telegrama

Por mim, poderás viver sempre num gato. Desde que os pássaros possam regressar para onde, às vezes, nos foge o coração.

Quadro: Paul Klee - Cat and bird

3 Comments:

mfc said...

A compatibilidade... hoje estou melodramático! Estupidamente melodramático.

Claudia Sousa Dias said...

lindo!

abendo como eu amo essas duas espécies a alada e a de pelo..

a aguarela está lindíssima!

beijo


csd

O'Sanji said...

Esta obra de Klee é um fascínio!

E não se vive na pele do gato? Eu acho que os gatos nos encarnam! :)

Beijo