segunda-feira, janeiro 25

Parada Cardíaca



Essa minha secura
essa falta de sentimento
não tem ninguém que segure,
vem de dentro.

Vem da zona escura
donde vem o que sinto.
Sinto muito,
sentir é muito lento.


Paulo Leminski
imagem: Claudia Santos Silva

4 Comments:

Bípede Falante said...

Adoro o Leminski. Tão simples e tão verdadeiro. Minha favorita é Apagar-me.

Gisela Rosa said...

Querida Marta.
"Sentir é muito lento" e ainda bem.
Obrigada! Um beijo

Marta said...

quierida Bípede,
eu também adoro Leminski e, hoje, ao ler um poema dele, deu-me saudades de o ler mais.

Gisela, querida,

...e ainda bem, bem, bem. muito bem e muito lento.

beijo

Zaclis Veiga said...

e eu quero pressa no viver o sentir.
Leminski na bagagem!
:)