quarta-feira, janeiro 20

almocei com a minha mãe


almocei com a minha mãe. numa conversa calma e divertida. como há muito não acontecia. estava sol. muito sol. e ainda restavam quatro brigadeiros para o café.
[obrigada, Carlinha. pensei.] e voltei aos novos projectos. como se nunca tivesse deixado de estar ali. e naquele momento, enquanto a minha mãe sorria, estava sol, muito sol e eu bebia o café com os quatro brigadeiros, fui profundamente feliz. tão feliz
que até senti um pouco de medo.

12 Comments:

Anónimo said...

Quatro Brigadeiros?
(tanta caloria!!!!!)
Nenhum para a Mãe?
Não sei que mais diga... ...
Bj
MB

Sergio Storino said...

Marta,
Me fez lembrar uma frase do Guimarães Rosa: "A felicidade se acha nessas horinhas de descuido".

Voar sem Hasas said...

Marta,

eu tb seria feliz... nessa mesa de café e brigadeiros.

a felicidade encontra-se nas pequenas coisas...

um beijão para a mãe que te fez tão feliz

hg said...

é tão bom estar com a nossas mais queridas :)

Bípede Falante said...

Que delícia. Tenho guardado a sete chaves cada bom momento que passei com a minha mãe.

Claudia Sousa Dias said...

:-)

e a tua mãe é uma querida. Aliás, quem sai aos seus não degenera...e tu fosta maravilhosamente clonada!

:-D


CSD

João Menéres said...

MARTA

Comoentendo esseteu medo...

Beijo grande (e venham mais almoços assim!).

Um beijo.

Lua said...

ADOREI SEU BLOG.
almoçar ou ficar um tempo com a mãe sempre eh bom.

Zaclis Veiga said...

Ah querida... que delícia de relato. Algumas vezes me senti assim, tão feliz, por um quase nada que é, na verdade, tudo.

SILÊNCIO CULPADO said...

Marta

É assim. Mãe conforta. Com mãe tudo parece possível.


Abraço

Patti said...

Não tenhas medo da felicidade, senão ela deixasse de chamar assim.

Anónimo said...

Podias ter oferecicido, pelo menos um, à tua mãe!Acho que ela ia gostar...
Mas fico contente por te terem sabido tão bem!
Qq dia à mais!!!!!

bj
C