sábado, janeiro 16

gosto de ressuscitar palavras


[...] Surpreendentemente, atendendo à hora tardia, a tasca estava cheia. Cheirava a fritos. Ouviam-se gargalhadas. Frases Soltas. A uma das mesas dois ou três tipos cantavam antigos sucessos angolanos e brasileiros. Um deles dedilhava mansamente um violão. Outro batucava no tampo da mesa. O taxista informou-nos que só havia lugares ao fundo, a um dos cantos, e ajudou-nos a chegar lá. Formávamos um grupo um pouco bizarro, mas ninguém pareceu reparar em nós. Luanda, já o disse, é um alfobre de personagens insólitos.


(Gosto de ressuscitar palavras. Nos dias que correm poucas pessoas se servem da palavra alfobre, por exemplo, a não ser um ou outro eclesiasta da velha escola. Creio que se aplica particularmente bem ao presente contexto, sobretudo atendendo à possível etimologia árabe - escavação, buraco, fossa.)
José Eduardo Agualusa in Barroco Tropical, pag. 197, Dom Quixote, 2009
imagem: cidade de Luanda [desconheço o autor]

9 Comments:

João Menéres said...

Curioso como de imediato reconheci a marginal da Baía de Luanda, onde não vou há mais de 35 anos...

Tinha a ideia que ALFOBRE se relacionava com NINHO.
No fundo, não está tão distante assim...

Um beijo, MARTA.

Maria Emília said...

Muito bonito, Marta. Uma das particularidades fantásticas de visitar todos estes blogues é que se vê bem a diversidade de dons e de ideias de cada um em particular, formando um magnífico todo, onde até as palavras ressuscitam.
Um beijinho,
Maria Emília

Funes, o memorioso said...

A palavra que eu gostava de ver ressuscitada era "díscolo". Que eu me tenha apercebido, o último a usá-la (sem contar comigo) foi Marcelo Caetano.
Quanto ao texto, recordou-me que poucas coisas há mais repugnantes na vida do que os saudosistas de Luanda a falarem da Cuca e da moamba de galinha.

mfc said...

Há palavras que o merecem.

Dalaila said...

Tu ressuscitas tudo!!!!!!!!!!!!

Voar sem Hasas said...

Marta,

Os blogues, á medida que os conhecemos, vamos percebendo as suas particularidades, os seus vicios, as suas tentações.... a sua versatilidade,.... e é isso que o teu é... um blogue versatil, inteligente , de alguém que se interessa por inumeras coisas...

jinhossssssss

heretico said...

fico um pouco perplexo com o "alfobre": viveiro, leira...

aprendi no velho "Figueirinhas".
enfim, escritores "post modernos..." lol

beijo

Maria Francisca said...

Achei um piadão ao nome do teu blog.
Gosto do Agualusa. Além de escrever bem também é uma pessoa muito simpática. :) *

Sight Xperience said...

Gargalhadas, violão, batuque...cheiro a fritos! Bem tropical ! Um saco cheio de sentidos!
A foto dá o toque final!

Gostei de por aqui passear!