domingo, janeiro 31

à volta de Inês Pedrosa

gostei mesmo muito. a Comunidade de Leitores, com a Inês Pedrosa, correu bem. muito bem. não se falou apenas de A Eternidade e o Desejo. falou-se um pouco de tudo. tudo o que coube em duas horas de conversa. à volta dos seus livros. e de outras coisas. e a autenticidade foi o fio de prumo. a ironia, também. mas, aqui, o Miguel Carvalho resume. eu, por mim, gostei muito de a ouvir. nos olhos. olhos nos olhos. já gostava de a ler sem nunca lhe ter conhecido o timbre da voz. ao vivo. já gostava de a ler há muito tempo. sim. fiquei encantada com a genuinidade da autora de "Fazes-me Falta". [sim, Zaclis, esse de que tanto gostaste, também]

[e, é verdade, no dia seguinte, sonhei que fomos todos tomar um chá. um chá com Inês Pedrosa. no chão da minha sala. enfim! há dias, assim, em que se sonha antes de ir dormir.]

6 Comments:

Claudia Sousa Dias said...

isso seria ouro sobre azul!


csd

Claudia Sousa Dias said...

ah...ia-me esquecendo...quando isso acontecer avisa, para eu levar uma coisinha deliciosa da Confeitaria Moderna que descobri há pouco: broínhas de Famalicão!

:-)

CSD

Zaclis Veiga said...

Você, a árvore e Inês.
Parece-me um quadro perfeito! :)

Anónimo said...

Uma pseudo-escritora, um equívoco promovido e divulgado à exaustão.
Eu gosto de literatura, não leio este par da Rita Ferro ou até mesmo da outra a Pinto -
RuiPereira Rodrigues

Marta said...

caro anónimo,

discordo por todos os motivos e mais um, da sua opinião. aliás, revela desconhecimento sobre a escrita de Iñês Pedrosa.
aconselho-lhe, vivamente, "A Eternidade e o Desejo" ou "Fazes-me Falta".

Anónimo said...

Fiquei a meio de um , e tentei o outro , e achei-os vazios de ideias , com clichés a atirar ao literário . Foi aí que percebi a indigência literária dessa senhora , porque ingenuamente a pensava interessante.
Prado Coelho falava dela , fui ver!
Zero !
DE facto , nem por osmose do marido , comboios de literatura ou outras coisas , vale o que quer que quer que seja !
A agustina bessa luís sempre a tolerou , comprendi mais tarde.
Agora põe a casa Fernando à sua mercê!
Tem nome , o presidente de Lisba chamou gente com o apoio dela ,
Servem-se sempre uns aos outros .
Esta é a minha opinião .
Rui Rodrigues