segunda-feira, janeiro 4

Lhasa de Sela

[...]
E, olhos postos em ti, digo de rastos:
"Ah! podem voar mundos, morrer astros,
Que tu és como Deus: princípio e fim!..."
imagem: jeneregrettnien

3 Comments:

Marta said...

excerto de um soneto de Florbela Espanca.

Carlos Azevedo said...

Fiquei triste -- muito.

Claudia Sousa Dias said...

sabes?

lembrei-me logo de ti, quando vi a notícia no Bibliotecário de Babel...

CSD