quarta-feira, janeiro 27

aniversário XII


Acabei de visitar "Há Vida em Marta". Claro que sim. Há vida e da mais cristalina. Uma vida também límpida, suave, a exemplo de quem lhe dá vida: a minha querida Amiga. Felicitações. Depois, demandei Almendra, a sua serena luminosidade. Imagens colhidas pela Celina (que desconhecia), outras igualmente muito belas. Ah, fala do doce de amoras. Um amor. Amor-amor(as). Bendito prodígio da natureza.

Bem, quero lembrar-lhe que, com a confusão do jantar [...], acabou por ficar em Leça um frasquinho dessa compota que lhe estava (E ESTÁ) destinado. Quanto à terra donde a lambarice vem, já sabe: é minha, é sua, é de quem nela respira a autenticidade de um lugar e das suas gentes. Daí, quando quiser, vá até Almendra. Tem casa ao seu dispor. Beijinhos com maresia,


Alfredo Mendes


[sim, sim é meu amigo. tá na cara. ou nos caracteres. como quiserem. autêntico como só ele é.

e é. é a minha grande bênção. amigos assim. janelas serenas para o azul]

imagem: telemóvel da Marta em Barca d´Alva

4 Comments:

lupussignatus said...

barca

d'

oiro


[alva
morada]


*belíssima
foto.
obrigado*

Anónimo said...

Tão belas palavras Marta! Obrigada por partilahres umas linhas tão cheias de amizade que é até comovente.
beijo
Cristina

Zaclis Veiga said...

Amiga!
a foto é linda. Excelente enquadramento. Nem precisa de professora. :)

Marta said...

eu vou precisar sempre das dicas da Prof. Zaclis. essa é que é a verdade!