quarta-feira, julho 22

Dose da fatia de um doce


Dá-me um bocadinho do teu amor todos os dias
Não mo dês todo hoje que amanhã vou precisar dele outra vez
eu sei conheço-me bem
e nesse aspecto sou exactamente como o resto da humanidade
preciso de ser amado todos os dias
só espero não morrer muito velhinho para que o teu amor me [
[dure até ao fim da vida

João Negreiros in o cheiro da sombra das flores

[Poema dedicado à SU, presente de aniversário... com atraso]

4 Comments:

Zaclis Veiga said...

Minha linda, vou levar para o meu blog...
beijinhos

PAS[Ç]SOS said...

Mais um caramelo de poesia para deixar derreter na boca até que desça e flutue pelo corpo tocando todos os poros da sensibilidade.

Su said...

amei............

sim todos os dias


jocas maradas menina linda

Anónimo said...

olá, vi esse poema dito por uma moça pequenina, no teatro do Minho, tive oportunidade de o ver dito num espectáculo e achei o mÁximo!uma ternura. Aqueles poemas são tão fortes.Tenho visto muita coisa por aí mas como essas pessoas não mesmo.
penso que estão de volta aos palcos para breve, acho que vou ver de novo esse espectáculo :Fica a sugestão : pelo que consta no blog do TUM:

Vila Real, Casa de Pasto Chaxoila, 4 de Setembro às 21h30
Porto, Clube Literário do Porto, 6 de Setembro às 21h30
Braga, Livraria Centésima Página, 8 de Setembro às 21h30
Braga, FNAC do Bragaparque, 10 de Setembro às 21h30
Coimbra, FNAC Fórum, 12 de Setembro às 17h00
Chaves, Café Grão Bago, 13 de Setembro às 21h30
Porto, FNAC Norteshopping, 16 de Setembro às 21h30
Vila Real, Associação Espontânea, 19 de Setembro às 22h30
Lisboa, FNAC Chiado, 20 de Setembro às 17h00
Guimarães, Livraria do Centro Cultural São Mamede, 21 de Setembro às 21h30
Porto, FNAC Santa Catarina, 22 de Setembro às 21h30

Ricardo Perez