sexta-feira, julho 3

Qualquer coisa


«Um hálito de música ou de sonho, qualquer coisa que faça quase sentir, qualquer coisa que faça não pensar.»
in Livro do Desassossego
imagem: Google

9 Comments:

Paulo said...

qualquer coisa a ser escape

no momento em que o momento é a precisão desta necessidade tanta.

. um beijo Marta.
. um bom fim de semana.

PAS[Ç]SOS said...

A harmonia dos sons, são um sonho, e é ela, enquanto música que nos faz sentir e nos arrasta ao encontro dos pensamentos.

Su said...

---sim qualquer coisa......q faça sentir--------------------

jocas maradas....... menina

Paulo said...

...um raio de sol, um cheiro a mar, um sorriso ao acordar e, sempre, muita, muita vontade de viver... :):):)

Claudia Sousa Dias said...

não ssei porquê mas associo este post a delicadeza e suavidade...talvez por causa do ar etéreo da jovem da fotografia...


csd

Claudia Sousa Dias said...
Este comentário foi removido pelo autor.
Su said...

sff passar no xanax

jocas maradas

catarina said...

uma das minha passagens preferidas de um dos meus livros de cabeceira...:) lindo!:)

alice said...

ete é um daqueles livros intermináveis. já o recomecei vezes sem conta e nunca passei das páginas do meio :) beijinhos.