domingo, maio 22

Santa Rita de Cássia


Eu gosto tanto de biografias como de hagiografias. Foi ao ler estas últimas que aprendi que o dia dos santos se comemora no dia da sua morte. Hoje, em diversos pontos do país e do mundo, os crentes católicos comemoram o dia de Santa Rita de Cássia.

Uma santa recente na minha vida - comparada com Santa Teresa ou São Francisco ou Santo Agostinho - e cuja vida me fascina. Tanto que há três anos, fui lá, a Cássia. Uma terrinha "no coração verde" de Itália...imensamente serena, apesar de Assis ser feita de uma paz que nunca tinha experimentado.

Na imagem, vemos o interior da basílica de Santa Rita de Cássia. Projecto original de Monsenhor Chiapetta, modificado por G. Calori e G. Martinenghi. A colocação da primeira pedra data de 20 de junho de 1937. O interior da igreja - belíssimo - «em cruz grega, é constituído por uma cúpula central e quatro absides. Vê-se, pelas paredes, em painéis de mármore branco, a Via-Sacra de Pellini. O grande púlpito em Noz, bem visível, é do escultor Emilio Monti, enquanto ao centro da basílica, sobre o pavimento, está o brasão de Pio XII em mármore de diversas cores. O conjunto dá uma impressão de grande vivacidade. É uma igreja cheia de luz e cores, mas com um tom místico. [...] A cúpula e a restante composição é contínua, cobrindo uma superfície de 300 m2 pintada como um verdadeiro afresco, assinado por Luigi Montanarini».

[...de resto - querida Sónia - claro que há rosas no inverno...e o que mais me encanta é que, até tu, acreditas nisso :)]

1 Comment:

Valdja Maria said...

Gostei do que vc reportou ,sou devota de santa Rita de Cássia ,eu a escolhi para ser a minha protetora, desde de menina,há! e gosto muito de tudo que vc escreve , sempre que posso dou uma passadinha.Abraços!!!