sexta-feira, março 25

Os observadores estrangeiros...


Os observadores estrangeiros maravilham-se de que Portugal resista à crise política e económica com tal poder de adaptação. Há nos Portugueses uma sinceridade para com o imediato que desconcerta o panorama que transcende o imediato. O infinito é o que eu situo - dizem. E assim vivem. Protegidos talvez por essa condição de afecto pelas coisas, pelos seus próprios delitos, que não consideram dramáticos, só ao jeito das necessidades. De resto — quem se apresenta a salvar-nos que não esteja suspeitamente indignado? Os que muito se formalizam muito escondem; os que acusam demasiado privam-se de ser leais consigo próprios. O país não precisa de quem diga o que está errado; precisa de quem saiba o que está certo.


Agustina Bessa-Luís, in 'Dicionário Imperfeito'

Desviado daqui

5 Comments:

João Menéres said...

De quando é esta fotografia ?

Marta said...

Não sei, João!
um beijinho

João Menéres said...

É que DALI não foi.
Nem do Dicionário !

Um beijo.

João Menéres said...

É de 2008 !

Marta said...

obrigada, João.