sexta-feira, março 25

...e os mercados?

[...e os MERCADOS, senhores? esses seres vulneráveis, sensíveis, misteriosos, agitados, implacáveis...]

0 Comments: