sexta-feira, março 11

Mãe!

Mãe! passa a tua mão pela minha cabeça!
Quando passas a tua mão pela minha cabeça é tudo tão verdade!

Almada Negreiros, A Invenção do Dia Claro, 1921

[...sim, tenho a mãe mais extraordinária do mundo :)]

6 Comments:

Claudia Sousa Dias said...

que bonita!


tem algo que me lembra a tua irmã, no entanto é uma quase cópia de outra beldade da época: Madalena Iglésias!

Anónimo said...

Parabéns à Senhora Mãe da Marta :)
beijinhos para as duas.
Cris

K said...

Parabéns "mami" da Marta!

Obrigado por tê-la deixado aterrar neste planeta.

Beijos

Sandra said...

Não conhecia esta frase de Almada Negreiros, mas é linda, até me comovi...

Luis Eme said...

às vezes também sinto saudades do toque, da mãe...

Marta said...

:)

obg.