quarta-feira, novembro 16

...sim, quero...


[e...está quase a chegar...]

Como quem, vindo de países distantes fora de / si, chega finalmente aonde sempre esteve /
e encontra tudo no seu lugar, / o passado no passado, o presente no presente, / assim chega o viajante à tardia idade / em que se confundem ele e o caminho. [...]


Manuel António Pina

0 Comments: