quinta-feira, agosto 12

não disse, pois não?


eu já vos disse que ando apaixonada por um livro de poesia? que me ofereceram o CD Graffti e um girassol? que o meu mano me fez uma festa surpresa e que eu o amo tanto tanto que não é surpresa para ninguém? que quem tem amigos como eu tenho não precisa de nenhum documento de identificação nem sequer de passaporte? que a qualquer momento morro de saudades apesar de isso já não se usar? já vos disse que comecei a escrever uma declaração de amor aos Sagitários? e que me comovi a olhar para um red fish congelado? e que encontrei um amigo dos tempos da universidade que me disse que eu estava igualzinha, após 15 anos? e que por isso descobri que existe uma espécie de convenção piedosa entre os amigos do tempo da faculdade que ficam sem se ver há anos? e que tenho mais três pares de brincos novos? e que à porta de minha casa se encontra estacionado um taxi inglês? e que acho graça ao ar blasé do meu novo vizinho? e que no vaso lá de casa para além da Maria Castanha, habita mais uma borboleta?e que o Homem Aranha, quando ninguém vê, faz legos do Darth Vader? e que este mês de Agosto me parece um deserto? e que ando estupidamente cansada apesar de adorar o que faço? e que tenho sonhado várias vezes com o fundo do mar? e que quando acordo me espanto por ainda não ter morrido de saudades? não disse, pois não?
eu não vos tenho dito nada. desculpem.

6 Comments:

Anónimo said...

Oh, Martinha!... Tu dizes sempre tanto, tanto!! Mas foi bom saber estas cusquices todas! :))) Estou a brincar. Sabes que às vezes também me emociono a olhar para coisas tão simples e talvez ridículas (dirão alguns) como um red fish? Não literalmente, porque é um peixe de que não gosto muito, mas para outras coisas do género... :)
Linda és tu e a tua alma! Por isso diz mais coisas, sempre!

Beijinhos!
Mafalda

K said...

Estás desculpada! Pelo tanto que és!!

Beijo

Carlos said...

«e que quando acordo me espanto por ainda não ter morrido de saudades?»

Isso passa, Marta. Se não passar, começa, progressivamente, a doer menos.
Beijos.

Anónimo said...

Marta, Marta eu gosto tanto de ti.
E fiquei tão preocupada contigo quando li aquilo do redfish.
Sabes que aquilo dito assim pode afastar as pessoas que não te conhecem, eu se fosse a ti amiga explicava melhor :) :) :) :) :)
BEIJOSSSSSSSSSSSS

PAS[Ç]SOS said...

... contudo, quando diz... é TANTO!!!

Poetic Girl said...

Acho que nos acabas-te de dizer muito! beijo grande