terça-feira, agosto 3

Houvesse um sinal a conduzir-nos

Houvesse um sinal a conduzir-nos
E unicamenente ao movimento de crescer nos guiasse. Teremos das árvores
A incomparável paciência de procurar o alto.
A verde bondade de permanecer
E orientar os pássaros.
Daniel Faria

imagem: parque de Vichy [tirada por mim]

1 Comment:

Bípede Falante said...

Entendo tão bem essa vontade de um desejo. Às vezes, quando estou no trânsito, parada em um semáforo, olho para o céu e penso: por que não passa algo voando, um pássaro ou o super homem *rindo* para me dizer aquilo que eu preciso saber.
Coisa de maluca, eu sei :)