terça-feira, fevereiro 28

Entre muitas coisas...


Entre muitas outras coisas, tu eras para mim uma janela através da qual podia ver as ruas.
Sozinho não o podia fazer.

Franz Kafka


imagem: José Luís