quarta-feira, novembro 11

não fui eu que escrevi... ;)


Só quando os homens chegam a uma certa idade é que podem dizer com certeza que as mulheres são melhores do que eles em tudo - mesmo na bola, a carregar pianos, a lutar com jacarés ou nas outras coisas em que ganhávamos quando éramos mais novos e brutos e fortes.

Quando se é adolescente, desconfia-se que elas são melhores. Nos vintes, fica-se com a certeza. Nos trintas, aprende-se a disfarçar. Nos quarentas, ganha-se juízo e desiste-se. Nos cinquentas, começa-se a dar graças a Deus que seja assim.

Os homens que discordam são os que não foram capazes de aprender com as mulheres (por exemplo, a serem homenzinhos), por medo ou vaidade ou estupidez. Geralmente as três coisas. Desde pequenino, habituei-me que havia sempre pelo menos uma mulher melhor do que eu. Começou logo com a minha linda e maravilhosa mãe, cuja superioridade - que condescendia, por amor, em esconder de vez em quando - tem vindo a revelar-se cada vez mais. As mulheres são melhores e estão fartas de sabê-lo. Mas, como os gatos, sabem que ganham em esconder a superioridade. Os desgraçados dos cães, tal como os homens, são tão inseguros e sedentos de aprovação que se deixam treinar. Resultado: fartam-se de trabalhar e de fazer figuras tristes, nas casas e nas caças e nos circos. Os gatos, sendo muito mais inteligentes, acrobatas e jeitosos, sabem muito bem que o exibicionismo vai levar à escravatura vil.

Isto não é conversa de engate. É até um tira-tesões. Mas é a verdade. E é bonita.

Miguel Esteves Cardoso

imagem: (google)

5 Comments:

Bípede Falante said...

Até que enfim um homem que sabe das coisas!

Zaclis Veiga said...

hum...
e eu tenho aprendido a amar o MEC...

entremares said...

Bem.... o que vale é que sendo homem, até reconheço que as mulheres são ( como diria ? ) uma costela perdida...


É claro que o MEC sabe do que fala, e o que diz.... até é verdade. Excepto num ponto, num pequeno grande ponto. Tal como no futebol, uma equipa só joga aquilo que a outra deixa jogar. E é esse precisamente o encanto desta "guerra dos sexos" e deste "jogo da sedução" onde o ser superior ou não é tão volátil ou simbólico como o oferecer de uma flor.

A menos que agora.... e de repente.... sejam as mulheres a sentir aquela vontade irreprimivel de nos oferecer flores...

Beijos.
Rolando

Claudia Sousa Dias said...

fogo...
é preciso que um homem seja mesmo superior para reconhecer o facto...

eheheh...!

ass:
(a feminista convicta)

Luísa said...

Bom dia!

Amanhã, 16 de Novembro é o aniversário do João Menéres.
Gostaria muito que nos unissemos para o parabenizar.
Para tal, estamos a combinar fazer uma postagem com a foto dele (que segue em anexo), acompanhada da mensagem de parabéns que cada um gostaria de lhe enviar.Assim, quando ele abrir o Grifo o sidebar dele estará preenchido com a sua foto. Ele vai adorar.....(acredito eu!).
Sugiro a hora de publicação se programe para as 6h00, horário de Portugal Continental.

Por favor, divulguem por todos os que são amigos do João. Obrigada!

Votos de um excelente domingo, antecipadamente grata pela vossa colaboração,

Luísa