sábado, fevereiro 26

Dá-me tu um nome, para poder ficar contigo


[...]
-Vou guardar as tuas mãos na paixão que tenho por ti, mas não te posso revelar o meu nome, nem precisas de o saber. Chama-me o que quiseres, dá-me tu um nome para que possamos amarmo-nos. Aquele que tinha perdi-o no caminho até aqui. Pertencia a outra paixão, e já a esqueci. Dá-me tu um nome, para poder ficar contigo.[...]

Al Berto

4 Comments:

fallorca said...

O poema conheço, claro; mas de quem é a autoria da ilustração?

mfc said...

Gostei imenso da composição fotográfica!

Sininho said...

Gostei de tudo!! :)

Marta said...

pois eu tb gostava de saber!
quando eu não coloco a autoria da imagem é porque tb não sei :(