segunda-feira, fevereiro 1

conselhos, precisam-se!


ela telefonou-me feliz. sim, muito feliz. mas também apavorada. apavorada como quem diz receosa. a vida estava à porta de mudar!
- tenho 38 anos. não tenho filhos, como sabes. não tenho cão. nem gato, sequer. e para a semana, terei dois filhos: uma menina, de oito anos. e um menino de 4 anos.
vêm viver comigo. até ao Verão. enquanto os pais não chegam.
eu, habituada a ir para todo o lado, a qualquer hora.
é assim, há quase vinte anos. mais coisa menos coisa.
tens algum conselho para me dar?
algumas dicas? sugestões para refeições? desculpas plausíveis se, por acaso, se chegar mais tarde à escola? o horário das matines? programação infanto-juvenil? que livros lê uma menina de oito anos? o que são gormitis? [é assim que se escreve gormitis?] todas as crianças gostam de ovos kinder? e de legos? as aulas deles começam às 9 da manhã. a que horas devem estar a dormir? quanto tempo, mais ou menos, se levam a arranjar, de manhã? eu não gosto de sopa. devo insistir para eles comerem a sopa? e se me perguntarem se gosto de sopa?
quais são as bandas; os heróis. ainda há heróis? e o nome da bonecada? o que devem ver, na televisão? devem ver televisão? que jogos são mais adequados? há algum dicionário recomendado? um guia? diz qualquer coisa.
se não me conseguires dizer nada - lembrei-me, agora, também não tens filhos - importaste, por favor, de pedir conselhos aos pais que, eventualmente, frequentem o teu blog?
todas as dicas são bem-vindas, como imaginas.
imaginas, não imaginas?
imagem: ilustrações do livro "Coração de Mãe", Planeta Tangerina

15 Comments:

Funes, o memorioso said...

Uma menina de oito anos? E um miúdo de quatro?
O único conselho que um pai com experiência pode dar é simples: fuja! Desapareça! Abandone-os e não deixe que eles descubram onde mora.
Ou então suicide-se já. De qualquer modo, não vai aguentar até ao Verão e os seus últimos meses de vida vão ser horríveis.

Tarado said...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
heretico said...

atribulações (in)esperadas...

beijo

Zaclis Veiga said...

Certamente haverá caos. Esquecerá de coisas básicas como pentear os cabelos e comer. Deitará exausta e levantará ainda mais. Terá dores nos braços. Não lerá leituras de adulto (o que muitas vezes é benção). Se arrependerá de ter sido impaciente quando, no final do dia, eles estiverem dormindo como anjos. Se alegrará com as perguntas descabidas e terrivelmente lógicas. Terá lindas e deliciosas histórias para contar.
Como proceder?
Não se preocupe amiga. Você descobrirá e sobreviverá. :)

PAS[Ç]SOS said...

De manhã há que acordar com a energia que ultrapasse a deles, há que impor as regras que se fez por esquecer. Depois quando os olhos deles estiverem bem abertos só há que lê-los, sonhá-los mas sem esquecer a rédea da responsabilidade. É deixá-los voar sem libertar a corda. Mergulhar com eles e acreditar nos heróis já esquecidos. Ouvi-los. Bebê-los. Não preparar em demasia. Usufruir o que o instinto proporciona como sorrir quando se recebe um raio de sol. Organizar sem esquecer de ser general, nem abusar da anarquia. E no final do dia, como refere a Zaclis, vai ser deslumbrante ver a paz dos seus sonos. ... e a casa ficará mais completa porque esses habitantes povoam-na de vida! ... energia injectando futuro e o prazer de que passámos pelas suas vidas.

Anónimo said...

Vais precisar de Organização e Muitas Regras de domingo às 19.00 a 6ªf à tarde.
Fazer um "Mapa de Regras" com as crianças, resulta!!!
Muito Mimo, muitos Abraços e Beijos, tb.
Fim de semana as coisas mudam...
Pormenores, conversarei ao vivo!!
Bj
P

Vera said...

Olá Marta. Depois de tudo o que já foi aqui escrito, acho que essa tua Amiga precisa mesmo de conselhos e de uma boa dose de energia, mas também te digo que o que lhe vai para já parecer estranho, no Verão vai fazer-lhe falta. Muita falta!

Hora de dormir - nove da noite;
Hora de acordar - oito da manhã (11 horas de sono);
Pequeno almoço - de preferência, sentados à mesa. Cereais com leite ou iogurte são sempre benvindos. Uma fatia de pão com manteiga;
Lanche para a escola (no caso da escola não dar o lanche) - um lanche por cada intervalo;
Sopa - sempre! Para muitas crianças a sopa é a única forma de comer legumes, e os legumes fazem falta. (posso enviar por mail a receita das sopas que faço por cá!)
Televisão - um bocadinho antes do jantar (se houver tempo entre o banho, os TPC e o jantar) e um bocadinho antes da cama (se não preferirem ir brincar ou ler). Os programas mais vistos são os do Disney Channel.
Livros - Geronimo Stilton. Aventuras divertidas de um rato. Recomendado pelo PNL. Coloridos, escritos de forma original, nem sempre a direito ;-)
Se precisarem de mais alguma coisa, digam! A experiência com quatro pode ser que ajude. Se quiseres, dá o meu mail à tua Amiga.
Beijos

Anónimo said...

Marta,
TV depois do jantar, NUNCA!!!!
De domingo a 5ªf à noite, depois do jantar só poderão ver livros, já na cama,(com pouca luz), enquanto se prepara a roupa para o dia seguinte, e direito a ouvir uma história, já de luz apagada.
ofereço-te uma lanterna!!
Fica aqui a promessa.
Bj
P

TERESA SANTOS said...

Uma boa dose de amor, outra de bom-senso, outra de firmeza e os problemas ficam resolvidos. Este triângulo não falha, garanto-te!
Tens uma prendinha no meu blog. Queres ir buscá-lo?!
Beijinho.

Anónimo said...

Martinha, ontem fui a 1ª mas não sei k fiz de errado pq minha ajuda não aparece!!

Vai ser uma mudança mt gd na tua vida mas tenho a certeze k vai correr bem e k vais gostar, tu e eles!

Algumas regras têm k ser firmes, como hora de deitar (9/9.30 no máx), brincar dp de estudar, deixar mochila arrumada, colaborar no arrumar dos brinquedos, deixar à entrada da porta tudo o k precisam levar p escola, antes de dormir uma história e mt bjs e mimos.

BRINQUEDOS E LIVROS, é mt importante que levem muitos para tua casa, um saquinho só não chega, são as coisas deles, uma referência e isso é importante.Uma foto dos pais ou de todos escolhida por eles é importante, deve ficar no quarto deles.

Nome e contacto do pediátra, não esquecer!

Sopa, claro k é obrigatório, tem muitas vitaminas e dp já não precisas ficar preocupada se um dia não jantarem tão bem. Dicas para refeições acho k não precisas, uma cozinheira como tu...

O lanche da escola deve ser saudavel e variado.

Vais ter de pensar primeiro neles e só dp de estarem na cama é podes pensar em ti (deve ser +/- assim).

Qd tiveres algum programa ligas à baby siter k eu vou!

Dp falamos pessoalmente, é mais fácil.

E podes ter a certeza de que vais aprender muitas coisas, como se voltasses à escola!!!!

Um bj e BOA SORTE!

Claudia Sousa Dias said...

Marta, querida!

subscrevo Zaclis, Passos e Vera, que me tirou quase todas as palavras da boca, apesar de não ser mãe (ainda.

Acresento literatura infanto juvenil: SOphia (muita), de Jorge Amado "O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá"; De MIa Couto "A Chuva Pasmada" e "O Gato e o Escuro" e também de Manuela Monteiro "A Montanha da LUa" (existe mesmo, na China).

Um beijo enorme para ti, para a tua amiga e os meninos.

Acredito na Zaclis: vais sobreviver porque tens o coração do tamanho do Sol.

csd

aveloh said...

É muito sábia a minha prima Zaclis, como eu já desconfiava.

Pedro Lopes said...

acho que já foi quase tudo dito;
eles também vão ajudar :-)
quando se sentir perdida pergunte-lhes, eles dão sugestões; no geral, tentar ir com a calma possível

se eles estão a chegar do estrangeiro pode ocorrer alguma adaptação intermédia/temporária ao regime alimentar local, isso pode implicar algumas cólicas ou fenómenos gastro ligeiros; no panic: muitos líquidos, água de arroz, canja costumam ajudar

ah, e uma vez habituada ao dia a dia, aproveitar para se divertir, não há melhor do que reviver a infância com a infância; prometo que depois vai ter muitas saudades deles e deste tempo

mcjaku said...

Aqui vai o conselho simples de um pai de uma menina de quase 9 e um rapaz de 5 e meio: paciência e amor, para não perder a cabeça quando respodem já vou à décima quinta chamada ou não me podem obrigar porque não querem ir para o banho ou querem jogar playstation todo o santo dia. Contar também com uma possibilidade infinita de se pegarem constantemente e de se defenderem mutuamente, mesmo que isto pareça contraditório (e é).
No mais, desfrutar da sua companhia e apreciar como dia-a-dia, passo-a-passo, crescem e crescem.
PS atenção a constipações e alergias. Um anti-estaminico poder salvar muitos dias e muitas noites

Anónimo said...

Afinal não és tu k vais ter meninos, é a Inês...alguém me chamou à atenção disso!

E diz à Inês que se precisar de uma baby sitter eu posso ir!

Boa sorte Inês!

C