segunda-feira, março 26

É Primavera, agora, meu Amor!




É Primavera agora, meu Amor!

O campo despe a veste de estamenha;

Não há árvore nenhuma que não tenha

O coração aberto, todo em flor!




Florbela Espanca in Antologia Poética, *Kalandraka, 2011

imagem: Joana Rêgo



*para assinalar o Dia do Livro Português

1 Comment:

João Menéres said...

Belíssimo post, Marta.
Tanto a imagem da Joana Rêgo, como esse MEU AMOR, da Florbela.