terça-feira, março 20

Pensar é já não sentir




Tome lá, minha menina,

O ramalhete que fiz.

Cada flor é pequenina,

Mas tudo junto é feliz.


Teu vestido, porque é teu,

Não é de cetim nem chita.

É de sermos tu e eu

e de tu seres bonita.


Andorinha que vais alta,

Porque não me vens trazer

Qualquer coisa que me falta

E que te não sei dizer?


Água que passa e canta

É água que faz dormir...

Sonhar é coisa que encanta,

Pensar é já não sentir.

 
Fernando Pessoa


imagem: Primavera, revista Portucale, n.º 7-9, janeiro-junho 1947



1 Comment:

maria azenha said...

Adorei:)