quarta-feira, agosto 24

Limites



Há uma linha de Verlaine que tornarei a recordar,



Há uma rua próxima que está vedada a meus passos,



Há um espelho que me viu pela última vez,



Há uma porta que fechei até o fim do mundo.



Entre os livros da minha biblioteca (estou a vê-los)



Há algum que nunca mais abrirei.



Este ano completarei cinquenta anos;



A morte me desgasta, incessante.



Jorge Luis Borges

...nasceu a 24 de Agosto de 1899...
imagem: Sara Facio [Jorge Luis Borges na sua biblioteca]

4 Comments:

josé luís said...
Este comentário foi removido pelo autor.
josé luís said...

já telefonei ao meu primo argentino a felicitá-lo pelas cento e doze risonhíssimas primaveras de verão. confessou-me pensar muito nos antepassados portugueses e estar até a planear vir passar uns dias a lisboa. cá o espero...

24/8/11

josé ferreira said...

Excelente escolha de Borges para comemorar o seu aniversário e a eternidade das palavras.

Abraço
José

Lisarda said...

Gracias/obrigado por lembrar do querido, lido,imitado e plagiado mestre!