sábado, janeiro 22

às vezes


[...às vezes era assim que eu ouvia o mar...]

10 Comments:

sonia said...

Quando eu era criança e morava em Santos, tínhamos uma concha igual a essa, cor de madrepérola, na qual eu "ouvia" o barulho do mar. Mas morava numa cidade de praia, quem sabe isso influía? Enfim, nunca tive vontade de conferir se é verdade...

Claudia Sousa Dias said...

adoro búzio...de Cós, das Maldivas, da Maurícia, de Bora Bora, Fidji, Bali, Timor...

se forem a algum desses sítios tragam-me um, para ouvir o mar daquelas terras distantes...

cs said...

me too
:))

CCF said...

Ouve-se mesmo! :)

(mas há quem diga que é apenas um pouco de vento a enrolar-se nas curvas da concha).

~CC~

TERESA SANTOS said...

Sempre ouvi. Sugestão ou sonho, sempre ouvi.

MCS said...

A qauntidade de vezes que eu fiz isto. Às vezes com uma em cada orelha, em stéreo ;-)

William Garibaldi said...

Que DELICADEZAAAAA!
Eu tbem...!

....................................
Posso publicar no meu blog este post seu mais pra frente?... com link pra cá?
dexa via diz que sim!

cs said...

e essa melodia, gravada a cera na minha alma, molda-a e torna-a um espelho das palavras do meu silêncio.

(muito bonito o que escreve)

cs said...

este comentário não era para aqui desculpe (error)

Ana Maria said...

...fazia-me sonhar ...ouvir assim o mar ...