sexta-feira, junho 15

5 linhas ou menos


Ele deu-lhe um beijo na palma da mão esquerda. Porque na outra ela tinha flores. A palma da mão, da direita ou da esquerda, é um lugar tão invisível como o coração. Mas igualmente seguro, disse ele.
Ela concordava. Pela primeira vez concordaram.

3 Comments:

João Menéres said...

Adorei, MARTA !

Um beijo.

Anónimo said...

Um beijo, à antiga, na mão direita da Marta que nos mostra flores matinais quando o dia escurece.

Um abraço forte e sentido ao João Menéres e ao seu (também) incontornável Grifo Planante

JDA

João Menéres said...

JDA ?
Quem será ?
Obrigado pelo abraço, mas fico sem o poder retribuir...