terça-feira, janeiro 7

A mulher tinha a certeza. E escreveu

A mulher tinha a certeza. E escreveu.
Se ao menos não tivesse escrito.
Se ao menos tivesse inventado.
Trata-se de uma mulher que gosta de inventar.

Se ao menos não gostasse de escrever.
Se ao menos não soubesse sonhar.
Se não gostasse de escrever não existia.
Se não soubesse sonhar não escrevia.

O certo é que a mulher tinha a certeza. E escreveu.
Se ao menos não tivesse certeza, como é seu hábito.
Se ao menos tivesse aquele dia mais um dia. 
Trata-se de uma mulher que gosta de imaginar.

Deram-lhe estrelas e tiraram-lhe o céu.
Se ao menos a mulher soubesse chorar.

[coisas minhas]

3 Comments:

josé luís said...

tenho a certeza de que gosto de ler o que escreves ;)

Anónimo said...

É muito bonito e no final comove!
bjos, minha amiga linda
Cris

Luis Eme said...

nunca sabemos tudo.

não saber chorar é ainda um problema maior, os olhos e a alma precisam de lágrimas...